Translate

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Realizações do Maio Roxo/2016

E o mês de maio foi bem proveitoso, cheio de atividades promovidas por Associações, hospitais, grupos e, principalmente pelos pacientes que mais do que ninguém sabem o que é a vida de um portador de doença inflamatória intestinal – DII, seja Retocolite Ulcerativa Inespecífica (RCUI) ou Doença de Crohn (DC) e que o reconhecimento da doença seja feito, afinal, sempre tememos o que não conhecemos.

O mês terminou, mas as lembranças ficam juntamente com a vontade de realizar mais a cada dia!

Para celebrar o maio roxo/2016, tivemos atividades em todas as terças feiras do mês, com bate papo sobre “O que é a doença inflamatória intestinal”, onde pudemos conversar e cada um dando sua opinião chegarmos a uma conclusão juntos. Teve bate papo com Enfermeira Estomaterapeuta que nos mostrou que a ostomia não é um bicho de sete cabeças, teve bate papo com Assistente Social que tirou algumas dúvidas sobre os direitos e deveres do portador de DII e teve o encerramento com uma Oficina de Flores, onde cada participante pode confeccionar sua própria flor sob as orientações da Crohnista Edna Pereira e, ao final, pudemos com autorização da enfermagem e também dos pacientes, entregar as flores aos pacientes que estavam recebendo tratamento quimioterápico, assim florimos a vida de nossos amigos que também passam bons e maus momentos com problemas de saúde e assim, caminhamos e floreamos nossa missão!


E teve a Caminhada do Crohn, em São Paulo, com a Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn  – ABCD, onde partilhamos nossas experiências.

E no Hospital das Clínicas também teve comemoração no dia 19 de maio, o Dia Internacional da Doença Inflamatória Intestinal, onde E no Hospital das Clínicas também teve comemoração no dia 19 de maio, o Dia Internacional da Doença Inflamatória Intestinal, onde a Divisão de Gastroenterologia e Hepatologia Clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo organizou um evento que contou com duas frentes de ação: palestras educativas para pacientes ambulatoriais e mobilização de colaboradores no saguão de entrada do Instituto Central. O foco foi o impacto na qualidade de vida dos pacientes e a importância do cuidado multiprofissional. Obrigado pela colaboração dos envolvidos!
Equipe Hospital Dia/ HCFMUSP



E sempre colaborando com a conscientização sobre o que é a Doença Inflamatória Intestinal.
Maria Rita




Um comentário:

  1. If the participant splits on Aces, just one additional card might be dealt to every break up hand. 카지노사이트 If Aces are break up, just one additional card is given to every hand . The participant may not hit, break up or double down afterwards. Again, the primary set is for tables where the supplier is required to face on a soft 17 and the second set is for tables where the supplier is anticipated to hit on a soft 17.

    ResponderExcluir